IBGE aponta crescimento de 6,2% no setor de serviços do Ceará

Ter, 18 de Agosto de 2015 16:16
PIB 3O setor de serviços do Estado do Ceará alcançou crescimento de 6,2% na receita bruta de junho deste ano em relação a igual mês do ano passado, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgados nesta terça-feira (18). O resultado mostra um desempenho bem acima da média nacional, que registrou elevação de 2,1% na comparação entre junho de 2015 e 2014.

 

Para o economista Flávio Ataliba, diretor-presidente do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), o resultado coloca o Estado numa posição bastante vantajosa, principalmente em relação a vizinhos com economia semelhante como Pernambuco, Bahia e Rio Grande do Norte, que apresentaram retração na área.

 

Vale destacar que o setor de serviço tem grande importância na economia cearense, com mais de 73% no PIB total. “A divulgação do PIB do segundo trimestre deste ano, referente aos meses de abril, maio e junho, vai incorporar esses resultados e provavelmente teremos um desempenho importante para o Estado”, enfatizou o diretor do Ipece.

 

Em sua análise, Flávio Ataliba salientou ainda que com o resultado divulgado pelo IBGE, “percebemos que, principalmente, serviços prestados às famílias e serviços profissionais, tiveram aumento acima de 9%. Claro que na composição existem outros serviços, mas na média, a gente chega a 6,2%”. Para ele, esses dois setores, que cresceram mais de 9%, representam um impacto importante. “Podemos atribuir em grande parte a vocação do Estado a esse segmento e também ao impulso dado nos últimos anos nos investimentos ligados ao turismo, o que provoca impacto em diversos setores correlatos da cadeia produtiva. O rebatimento de todos esses segmentos provocou esse crescimento bastante substancial”, pontuou Flávio.

 

O presidente da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece), Ferruccio Feitosa, reforça a análise de que os números positivos têm ligação com a consolidação do Ceará como destino turístico. “Vivemos, hoje, um momento bem diferente no turismo, principalmente depois do sucesso da Copa do Mundo, quando tivemos a oportunidade de divulgar bem todas as potencialidades do Ceará”, aponta Ferruccio.

 

Ele destaca que o Estado e a capital Fortaleza praticamente “extinguiram” a época de baixa estação turística. “Se fizermos um retrato da ocupação hoteleira percebemos que estamos vivendo o turismo familiar e o turismo de negócios, que deixam, sem sombra de dúvidas, uma série de dividendos para o Estado”.

 
Cenário Nacional

A média nacional do índice de serviços também foi positiva com crescimento de 2,1%, em comparação com o mês de junho de 2014. Os números superam as taxas dos meses de maio (1,1%) e abril (1,7%). Regionalmente, na comparação de junho com igual mês do ano anterior, as maiores variações positivas foram registradas em Rondônia (15,9%), Alagoas (8,0%) e Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Santa Catarina (todas com 7,4%). As menores variações positivas ocorreram em Pernambuco (0,5%), Goiás (0,7%) e Acre (0,8%). Alguns estados apresentaram retração como; Rio de Janeiro (-5,7%), Paraíba (-4,6%), Amapá (-4,3%), Maranhão (-2,9%), Rio Grande do Norte (-1,5%), Amazonas (-0,6%), Distrito Federal (-0,5%) e Bahia (-0,2%).

 

 
18.08.2015

 
Assessoria de Imprensa da Secretaria do Planejamento e Gestão
Luiz Pedro Neto ( luizpedro.neto@seplag.ce.gov.br / (85) 3101 4495)

 
Ciro Câmara
Gestor de Célula/Secretarias

 
Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado – Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br
(85) 3466.4898

 

Programação do Foreci

Foreci/FORTALEZA – PROGRAMAÇÃO

LOCAL: HOTEL GRAN MARQUISE, Av Beira Mar, 3980 – Mucuripe.

DATA: 27/08/2015 (quinta-feira)
HORÁRIO ATIVIDADE
07h30 às 08h Recepção e credenciamento
08h às 09h Missa de ação de graças
09h às 09h30 Intervalo (Coffee Break)
09h30 às 10h Solenidade de abertura
10h às 11h30 Palestra 1:

Tema: “PANORAMA DO MERCADO IMOBILIÁRIO NACIONAL E INTERNACIONAL”

Palestrante: 

Flávio Amary – Vice-Presidente do Secovi/SP e da AELO.

{Exposição por parte de autoridades e debatedores do Mercado}

11h30 às 12h30 Palestra 2:

Tema: “CRÉDITO IMOBILIÁRIO E FINANCIAMENTO”

Palestrantes:

Teotonio Costa Rezende – Vice-Presidente de Habitação da Caixa Econômica Federal

Maurício Quarezemin – Diretor de Crédito Imobiliário do Banco PAN.

12h30 às 14h Almoço/Brunch
14h às 15h Palestra 3:

Tema: “TRIBUTAÇÃO: AUTÔNOMO OU EMPRESA? MEI E SIMPLES NACIONAL”

Palestrante: 

Paulo Melchor – Sócio Diretor na VMD3 Consultores Associados.

15h às 16h Palestra 4:

Tema: “COMO VENDER EM ÉPOCA DE CRISE”

Palestrante: 

Joaquim Ribeiro – Presidente da Fenaci.

16h às 16h30 Intervalo (Coffee Break)
16h30 às 18h Palestra 5:

Tema: “MOTIVAÇÃO E COMUNICAÇÃO PARA LIDERANÇA E NEGÓCIOS”      

Palestrante: 

Mara Suzana Behlau Fonoaudióloga Especialista em voz; Consultora em comunicação Humana.

18h ENCERRAMENTO

“Programação sujeita a mudanças por parte da Comissão Organizadora sem prévio aviso.”

 

O novo perfil do corretor de imóveis

FORTALEZA, CE, BRASIL, 20-08-2015: Apolo Scherer, corretor de Imóveis. Imóveis - O novo perfil do corretor de imóveis. (Foto: Camila de Almeida/O POVO)

FORTALEZA, CE, BRASIL, 20-08-2015: Apolo Scherer, corretor de Imóveis. Imóveis – O novo perfil do corretor de imóveis. (Foto: Camila de Almeida/O POVO)

No próximo dia 27, quinta-feira, comemora-se o dia do corretor de imóveis. A profissão tradicional tem sofrido algumas mudanças sensíveis, como qualificação, especialização, chegada de profissionais formados em áreas diversas e tecnologia.

Segundo Apolo Scherer, presidente do Conselho Regional dos Corretores de Imóveis (Creci-CE), uma das chaves do perfil do corretor de imóveis em 2015 é a qualificação. “As pessoas buscam qualificação por dois meios diferentes: cursos de eventos promovidos pelo Creci e entidades do setor e o curso superior de gestão e negócios imobiliários”, explica.
Além disso, frequentemente o corretor já chega na profissão especializado em uma ou mais áreas: “Hoje, os corretores que chegam no Creci são profissionais que vêm de outras áreas, com uma ou duas graduações, por exemplo advogados e engenheiros”, diz Apolo.
Cristina Chaul, presidente do Sindicato dos Corretores de Imóveis do Estado do Ceará (Sindimóveis-CE), reforça o pensamento de Apolo: “O corretor hoje não é apenas um corretor, é um consultor da área imobiliária. Então o que você tem de diferente é que hoje é um campo em que o profissional tem que se capacitar se qualificar”.
O mercado, cada vez mais exigente, faz com que os corretores tenham não apenas que procurar cursos complementares para se capacitar, mas também adequar-se às particularidades dos tempos atuais. Como conta Marta Lima, corretora de imóveis, a internet e as novas tecnologias são fundamentais na atividade.
Ela comenta que as redes sociais são parte importante de sua rotina de trabalho. “Eu tenho mais de 15 grupos de venda de imóveis no Facebook”, comenta. Ela considera que a dinâmica da internet acabou fazendo com que as tarefas do corretor tenham mais agilidade.
Apolo nota que, com a internet, os consumidores estão mais informados. Assim, eles são capazes de fazer uma escolha com menos gasto de tempo e menos necessidades de visitas.
Proatividade

Para João Carlos Gondim, vice-presidente do Sindicato da Habitação do Ceará (Secovi-CE), é necessário que o corretor use essas particularidades em seu favor. Ele observa que o corretor tem tido mais proatividade.“Antes ele esperava o cliente nos stands de venda, ficava esperando ser acionado, hoje é necessário ir buscar o cliente ativamente, nas redes sociais, por exemplo”.
Se por um lado esse é um aspecto relativamente novo na profissão, por outro, a maior parte das qualidades mais importantes para ser um bom corretor resistem ao tempo: é preciso ser focado, gostar de estudar, ter boa capacidade de negociação e saber desenvolver bons relacionamentos. Cristina aponta ainda a necessidade de agir sempre com ética: “O principal é tratar com seu cliente com transparência e verdade”, afirma. (Anderson Cid, especial para O POVO)

Frase

“A maior parte das qualidades de um bom corretor resistem ao tempo: foco, estudo, capacidade para negociar e saber desenvolver bons relacionamentos”

Fonte: Jornal O Povo

 

Fórum dos Corretores acontece na quinta-feira

Especialistas da área imobiliária debaterão questões voltadas aos corretores de imóveis em fórum realizado pelo Sindicato dos Corretores de Imóveis do Estado do Ceará (Sindimóveis-CE). O Fórum Regional dos Profissionais Corretores de Imóveis (Foreci) acontecerá no Gran Marquise Hotel, no próxima quinta-feira.

O evento, que acontece em homenagem ao Dia do Corretor de Imóveis, comemorado na mesma data, é promovido pela Federação Nacional dos Corretores de Imóveis (Fenaci) e conta com parceria dos 26 sindicatos filiados à entidade.
As palestras deverão tratar sobre diversos temas, como os panoramas nacional e internacional do mercado imobiliário, financiamento e crédito imobiliário, tributação e estratégias para vender na crise. Elas serão ministradas por profissionais do Sindicato da Habitação (Secovi), Caixa Econômica, Consórcio Internacional de Associações de Bens Imóveis (Icrea), VMD3 Consultores Associados e Fenaci.
Cristina Chaul, presidente do Sindimóveis-CE, explica que se qualificar é uma necessidade do corretor. “Ele tem responsabilidade civil e penal em relação a tudo aquilo que ele intermedia, então ele tem que estar bem informado e saber o que está fazendo, porque terá que responder por isso”. (AC)

Serviço

Fórum Regional dos Profissionais Corretores de Imóveis (Foreci)

Data: 27 de agosto de 2015
Local: Hotel Gran Marquise Hotel (Av. Beira Mar, 3.980, Mucuripe)

Horário: A partir das 8h30min.
Preço: R$ 60 para corretores sindicalizados e R$ 80 para os demais.

Inscrições: Online (www.foreci.com.br) ou pelo telefone (85) 3244 2150.